top of page

Katia Cunha

Katia Cunha

Naturalidade: João Pessoa-PB

Nascimento:11/04/1968

Atividades artístico-culturais: cantor, compositor e violinista.

Área de Atuação: Estado, Região, Cidade e Bairro

Email: contato@gmail.com

Telefone: (21) 9999999

Artista plástica, design de interiores, museóloga, pedagoga e doutora Honoris Causas pela Université Libre Des Sciences De L'homme De Paris.  Formada pela Universidade do Estado de Minas Gerais, Doutora em Museologia pela Université Libre Des Science De L'homme, de Paris. Proprietária da empresa Musee D'Art, presidente Associação Femmes Dans le Monde, voltada para mulheres, pessoas especiais, e do Projeto Cabeça Feita.


Reside em Lauro de Freitas, na Bahia, desde o ano de 2013 e foi integrante da Secretaria de Cultura da Cidade de Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador, atuando como diretora do Núcleo do Museu da referida cidade. Desde então vem incentivando e ensinando técnicas de pintura para alguns artistas anônimos e realizando exposições nacionais e internacionais com temas variados. 


Possui residências artísticas na França, em Paris e na Rússia, Museu Hermitage, em San Petsburgo e já realizou diversas exposições no exterior, a exemplo de países como Bélgica, França, Carroussel du Louvre, Portugal, Áustria, Suíça, Estados Unidos e Itália.  Foi uma das poucas artistas, selecionadas para participar do Cowparade Salvador 2019, realizou a exposição individual Ici la Louvre, Belgique em 2016 e foi selecionada para 2éme Biennale de Versailhes 2017 e 2019, na França e para o Le Salon UAP 60 éme éditios , em Saint Denis 2018, na França. Foi também agraciada com o Troféu Folha de Louro, na exposição Tributo a Vida, no Teatro Castro Alves, em 2017 com o Projeto Cabeça Feita. Realizou e coordenou a Exposição Poética de Alma Especial com pessoas especiais. Realizou diversas exposições pelo Brasil, a exemplo de Belo Horizonte, sua cidade natal, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre, entre outras. Em Salvador, cidade que escolheu para morar, realizou exposições na Galeria Arte, no Pelourinho e na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia.  Foi contemplada no Edital da Lei Aldir Blanc em Lauro de Freitas com a apresentação de um vídeo de aula para pessoas especiais. 

 

Meu trabalho me proporcionou inúmeras  viagens para vários cantos do mundo.

Sua musicalidade brasileira e suas interpretações arrojadas conquistaram, além de um público fiel, os elogios da crítica. Como intérprete, Erick trabalhou com os grupos Cesta Básica (PB), Mercedes Band (CE) e Grupo Etc e Tal (AL), já com os grupos Sine Qua Non (PB) e Zaraquê Trio (RN) gravou álbuns onde atuou também como compositor.

Galeria

Vídeos

bottom of page