top of page

Grã Mestre Sérgio

Grã Mestre Sérgio

Naturalidade: João Pessoa-PB

Nascimento:11/04/1968

Atividades artístico-culturais: cantor, compositor e violinista.

Área de Atuação: Estado, Região, Cidade e Bairro

Email: contato@gmail.com

Telefone: (21) 9999999

A Rede Internacional de Capoeira Filhos da Bahia foi fundada pelo Mestre Sérgio Vieira, em 1973, em Lauro de Freitas-BA. 


A capoeira é um dos maiores símbolos da cultura de Lauro de Freitas, cidade que concentra o maior número de capoeiristas por metro quadrado. No município há o Pólo de Capoeira e a inclusão da prática na grade das escolas municipais, através da Lei Municipal Nº.  1.112, de 19 de agosto de 2005.


A prefeita Moema Gramacho prestigiou um encontro, no Galpão da Capoeira, no jardim tarumã, e na ocasião agradeceu ao mestre Sérgio, “É lindo de ver o trabalho de inclusão social que ele desenvolve com as crianças em nosso município, com uma energia e disciplina que contagia a todos. As nossas raízes precisam ser mantidas e valorizadas, e a capoeira faz isso, por ser um misto de arte, esporte, cultura, lazer e luta. A capoeira é muito importante para os nossos jovens e sou muito grata aos mestres da capoeira que fazem no nosso município. Muitos dos nossos jovens já saíram das drogas, a capoeira é uma forma de trabalhar o corpo e a mente”, disse.


No 2° Seminário polo de capoeira de Lauro de Freitas-BA, realizado em 2019, Estela de apenas 7 anos, conhecida na capoeira como “Estrela” entre várias crianças que estavam presentes no evento, reconheceu o valor do Mestre Sérgio, “ Se não fosse ele, eu e meus colegas não estaríamos aqui hoje. Segundo o Mestre Sérgio, “capoeira é isso: disciplina, comportamento e obediência”.


A tradicional Caminhada da Capoeira organizada pela Rede Internacional de Capoeira Filhos da Bahia movimenta as ruas de Itinga todos os anos. O evento faz parte do calendário oficial de eventos culturais da cidade, em comemoração ao Dia Municipal da Capoeira, 22 de setembro. A data foi aprovada pela Câmara de Vereadores do município em 2000. Durante a caminhada há apresentações de dança, maculelê e orquestra de berimbau. Entre atabaques, agogôs e berimbaus, os participantes caminham até o galpão da capoeira, no Jardim Tarumã, também em Itinga.


Capoeiristas de várias cidades da Bahia e do Brasil marcam presença no evento, “é um evento importante para a gente porque valoriza a nossa arte, a nossa cultura”, ressaltou o mestre que chegou aos 7 anos na cidade, há 50 anos, “Descobri a arte da capoeira vendendo picolé”.


Fonte: https://lfnews.com.br/seminario-caminhada-e-batizado-marcam-o-dia-municipal-da-capoeira-em-lauro-de-freitas/

https://bahiaja.com.br/bahia/noticia/2019/09/20/lauro-caminhada-da-capoeira-movimenta-itinga-neste-sabado-21,121857,0.html

Sua musicalidade brasileira e suas interpretações arrojadas conquistaram, além de um público fiel, os elogios da crítica. Como intérprete, Erick trabalhou com os grupos Cesta Básica (PB), Mercedes Band (CE) e Grupo Etc e Tal (AL), já com os grupos Sine Qua Non (PB) e Zaraquê Trio (RN) gravou álbuns onde atuou também como compositor.

Galeria

Vídeos

bottom of page