top of page

Aideê Nascimento

Aideê Nascimento

Naturalidade: João Pessoa-PB

Nascimento:11/04/1968

Atividades artístico-culturais: cantor, compositor e violinista.

Área de Atuação: Estado, Região, Cidade e Bairro

Email: contato@gmail.com

Telefone: (21) 9999999

Aideê Nascimento dos Anjos é moradora do bairro de Portão. Desde criança Dona Aideê vem desenvolvendo a cultura popular na sua comunidade, ela diz ser um talento que herdou de seu pai e de seus avós paternos. O terno de reis no bairro Portão ela começou a praticar ainda mocinha com Mestra Venú a quem ela reverencia; começou  a participar dos preparativos do Terno de Reis, onde chegou também a representar no município de Lauro de Freitas no Parque de Exposições da Bahia, muitas faculdades, diversos municípios. 

Com mais de cem componentes divididos em diversos grupos, Aideê produz e organiza eventos no decorrer do ano, como desfiles culturais, coreografias natalinas, dança afro, casamento na roça e apresentações bastante tradicionais como o Terno de Reis e o Bumba – Meu – Boi. 


Como uma legítima representante do povo de Santo e uma verdadeira Mestra do Saber e do Fazer, Aideê é uma guerreira incansável na luta pela preservação da cultura e das manifestações religiosas de matrizes africanas.


Sendo uma Mestra da Cultura Popular, reconhecida e premiada pelo Ministério da Cultura/Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural através do Projeto “A Iráwó de Portão”, apresentado pela Secretaria de Cultura de Lauro de Freitas.


Apesar de ser formada em Administração pelo antigo Colégio Ipitanga, o que lhe motivou a vida inteira sempre foi o seu amor por sua arte, tendo mantido durante muitos anos o Terno de Reis Estrela Dalva de Portão e o Grupo de Dança Afro Azânia onde reúne jovens e crianças neste processo de passagem da tradição e ancestralidade, confiante que o envolvimento neste processo é fundamental para dar sentido a vida fora das drogas e valorizando a educação.


Ela se diz apaixonada por Lauro de Freitas e orgulhosa da sua comunidade:

“Posso dizer que tenho muitos filhos, tenho minha comunidade de Portão, tenho orgulho de ser mulher negra de Portão”.


Fontes: 

http://www.vilasmagazine.com.br/noticia-detalhe.php?idConteudo=00000004367

https://www.blogdomarciowesley.com.br/2021/02/dona-aidee-guerreira-de-portao.html


Sua musicalidade brasileira e suas interpretações arrojadas conquistaram, além de um público fiel, os elogios da crítica. Como intérprete, Erick trabalhou com os grupos Cesta Básica (PB), Mercedes Band (CE) e Grupo Etc e Tal (AL), já com os grupos Sine Qua Non (PB) e Zaraquê Trio (RN) gravou álbuns onde atuou também como compositor.

Galeria

Vídeos

bottom of page