top of page
Buscar
  • Foto do escritorLauro Criativa

Extra! Extra! Extra! Inscreva-se para concorrer aos recursos da cultura na Bahia. São R$ 150 milhões


Recentemente, os tão aguardados Editais da Lei Paulo Gustavo Bahia (PGBA) foram revelados ao público, prometendo um aporte impressionante de R$150 milhões para impulsionar a cultura nos 27 Territórios de Identidade do estado da Bahia. Preparem-se, pois as inscrições em projetos já iniciaram desde terça-feira (26), com os detalhes publicados no Diário Oficial do Estado no último dia 22.

Esta iniciativa épica da Secretaria de Cultura do Governo da Bahia (SecultBa), sem que esqueçamos que os recursos são federais, promete revitalizar diversas áreas artísticas, como audiovisual, dança, teatro, circo, música, artes visuais e literatura, além de celebrar as riquezas culturais e identitárias baianas, com prêmios destinados aos mestres e mestras da cultura. Mas a grandiosidade não para por aí! Estes editais foram meticulosamente desenhados com mecanismos para garantir uma distribuição de recursos ainda mais diversificada, com 50% das vagas reservadas para pessoas negras e 10% para pessoas indígenas. Territórios de identidade também serão contemplados, promovendo uma política cultural que abraça cada canto do estado.




E tem mais! Projetos liderados por mulheres, pessoas LGBTQIAPN+, povos e comunidades tradicionais, pessoas com deficiência, pessoas em situação de rua, jovens (até 29 anos) e idosos (acima de 60 anos) serão agraciados com pontos adicionais. E não para por aí, pois projetos envolvendo públicos em situação de reclusão ou egressos dos sistemas penitenciários, além daqueles que promovem a preservação de patrimônios imateriais, terão destaque especial. Bruno Monteiro, atual secretário de Cultura da Bahia, que vem sofrendo muitas críticas do segmento cultural, expressou sua empolgação com este momento histórico, marcado pelo maior investimento direto na cultura do país e do estado. "Os editais foram pensados para serem amplamente democráticos. Esse investimento vai estimular o fazer cultural baiano que gera emancipação social, política, além de gerar emprego, renda e desenvolvimento”, afirmou o secretário.

E para facilitar o acesso, todos os editais da Paulo Gustavo Bahia seguiram os formatos indicados no decreto de fomento (11.453/2023), tornando o processo mais simplificado. Os detalhes estarão disponíveis ao público antes da abertura das inscrições, para que os proponentes possam analisar cuidadosamente os documentos e preparar suas propostas.

A Lei Paulo Gustavo (LPG) foi criada no âmbito do governo federal, como uma resposta emergencial à pandemia da COVID-19, visando apoiar os agentes culturais. E agora, em um esforço colossal, a Bahia sai na frente como o primeiro estado a apresentar e aprovar um plano de ação junto ao Ministério da Cultura (MinC), ouvindo a população e oferecendo cursos de formação nos 27 territórios de identidade para criar editais que atendam às necessidades e demandas dos fazedores da cultura baiana.

Vamos vivenciar a esperança de boa distribuição destes recursos, sem esquecer que aguardamos a Paulo Gustavo aqui na cidade, a Aldir Blanc II (todos estes recursos federais), aguardando ainda os recursos da cultura local, tanto estaduais quanto municipais. Que seja uma nova era de verdadeira prosperidade e expressão artística para este setor que tanto sofre!

Lista dos Editais Paulo Gustavo Bahia, clique no link para acessar o edital.



AUDIOVISUAL



FOMENTO ÀS ARTES




IDENTIDADES E SABERES




PATRIMÔNIO




LIVRO, LEITURA E LITERATURA



CULTURA EM TODA BAHIA




Inscrevam-se!

bottom of page